Homofobia Basta!

“Verdadeiras Igrejas são contra a homossexualidade” – Mito!

Depende do que as pessoas encaram como verdadeira Igreja, creio que muitos que irão ler este blog já passaram pela Igreja Batista, Metodista, Presbiteriana… São Igrejas antigas, Os Batistas e Presbiterianos então! Conhecidos por levar a Bíblia a sério, sem rodeios.

Também não se pode esquecer as raízes como a Igreja Luterana e a Igreja Anglicana, ambas surgiram após a reforma protestante e tem cerca de 500 anos…

Agora, o que os líderes evangélicos querem esconder de você! Sabe porquê? Homofobia!

Não se assuste, é real o que irei mostrar!

“IGREJA PRESBITERIANA ACEITA E AGORA ENTENDE QUE É PERMITIDO A ORDENAÇÃO DE PESSOAS GAYS”
“A Igreja Presbiteriana americana ratificou uma alteração à sua constituição permitindo a ordenação de pessoas assumidamente gays. Depois de décadas de debate na Assembleia Nacional, a Igreja aprovou a mudança no verão passado, e ontem à noite o Presbitério da Twin Cities deu o 87° voto necessário para dar a alteração com o apoio da maioria dos presbíteros da igreja.
Com esta votação, a Igreja Presbiteriana se junta a outros principais denominações protestantes dos EUA, incluindo a Igreja Episcopal, a Igreja Evangélica Luterana na América, e da Igreja Unida de Cristo na aceitação de membros abertamente homossexuais do clero.”
Obs: A Igreja Presbiteriana é uma das mais antigas igrejas protestantes ( Cerca de 450 anos ), conhecida pela sua rigidez e singularidade, o resultado da mudança assustou as outras denominações,

“IGREJA METODISTA DOS ESTADOS UNIDOS RECONHECE QUE SER HOMOSSEXUAL É NORMAL”
“Ser gay é uma dádiva de Deus” da Igreja Metodista Central Unida de Toledo, Ohio.
Igreja Metodista Central Unida de Toledo, Ohio, chegam até a realizar campanhas. A Metodista, que tem 115 anos de existência, lançou o slogan Ser gay é uma dádiva de Deus. Ela é uma comunidade de jovens e velhos, gays e heterossexuais, casados e solteiros, de todos os tipos de crenças (de igrejas tradicionais para igreja nenhuma), além de ser um membro fundador dos Reconciling Ministries Network, que é o movimento para igualdade gay dentro da denominação Metodista Unidos.”
Obs: A Igreja Metodista de Ohio é mais antiga que a Assembléia de Deus no Brasil.

“IGREJA LUTERANA ACEITA HOMOSSEXUAIS”
“Igreja Luterana Evangélica nos Estados Unidos, o maior conjunto de igrejas luteranas dos Estados Unidos, com pouco menos de dois terços dos americanos luteranos, “aprovou uma resolução em sua assembléia anual conclamando bispos a não punir pastores que se encontram em ‘relações fiéis e compromissadas com pessoas do mesmo sexo‘”
Obs: Esta Igreja tem mais de 500 anos.

“IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA ENTENDE QUE HOMOSSEXUALIDADE É NORMAL E NÃO É PECADO”

‘Deus chamou e poderá chamar” gays em relacionamentos firmes para “qualquer ministério ordenado” na igreja, diz a resolução. Os leigos votaram 78 a 21 e o clero, 77 a 19 a favor da medida. A Câmara dos Bispos havia votado a favor do texto por 99 a 45.”


“BISPO PRIMAZ DA IEAB FALA SOBRE DECISÃO DO STF SOBRE UNIÃO HOMOAFETIVA”
“- Louvamos a Deus pelos avanços conquistados, entendendo que fazem parte da sutil e gradativa inspiração do Espírito Santo para transformar nossa sociedade. Conclamamos todos os anglicanos e as anglicanas a acolher as pessoas que nos buscam, a orar por elas e acompanhá-las pastoralmente, entendendo que a Igreja é um edifício ainda em construção e que a totalidade de sua membresia só é conhecida pelo próprio Cristo, Senhor da Igreja.”

“A ALIANÇA BATISTA AFIRMA QUE A GRAÇA DE JESUS TAMBÉM É ESTENDIDA A HOMOSSEXUAIS”
“Declaração de Afirmação
Afirmamos que a graça salvadora de Jesus se estende a todas as pessoas e que isso inclui lésbicas, gays e membros de outras minorias sexuais.
Acreditamos que a sexualidade humana em toda a sua riqueza é um dom de Deus para ser aceito de bom grado, apreciado e honrado como uma forma de expressar e crescer tanto em amor, em conformidade com a vida eo ensinamento de Jesus Cristo. ”

“IGREJA BATISTA RECONHECE QUE HOMOSSEXUALIDADE NÃO É PECADO”
Declaração de Visão da Associação de boas-vindas e Afirmando Batistas
“…Dentro de Igrejas Batistas em que ninguém deve se sentir excluído do amor de Deus em Jesus Cristo por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero.”
   Ora, essas notícias não foram vinculadas na Tv para não causar escândalo entre os fiéis que iriam se dividir e reforçar a aprovação da PL 122, visto que na igreja evangélica, a opinião do pastor tem um efeito e tanto ( digo como evangélico ). Fica claro, que as igrejas tradicionais ou antigas ou “as verdadeiras” estão admitindo homossexuais, abençoando uniões, tirando a relação homossexual do “patamar de pecado” e dizendo até que a homossexualidade é normal e também é um dom de Deus… Pois é senadores, duvido que a bancada evangélica não esteja sabendo destas decisões, eles só não querem falar, pois se falarem vai ficar claro, que na realidade estão barrando a lei anti-homofobia por pura HOMOFOBIA. As Igrejas citadas são as maiores do mundo, e existem a muitos anos, são estudiosos, teólogos e não simplesmente pastores que abrem uma igreja e “amém!” por isso, com bases teológicas e histórico-científicas e que levam a vida espiritual a sério e entendem que Jesus não veio para condenar ninguém, nem os homossexuais e muito menos qualificar a relação homoafetiva como pecado, visto que este termo sequer existia quando a Bíblia foi escrita. 
Você Cristão, esta surpreso? Pois é, você ainda não viu nada! 
Diga não a Homofobia! Assine a Petição em favor da aprovação da PLC 122, clique na imagem abaixo.
E lembre-se sempre.
O Papel do Cristão é amar
“Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.”- Gálatas 5:14
E o verdadeiro amor
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;” – I Co 13 vs 4 a 6.
Compartilhe com seus amigos pelo Facebook, Twitter, Orkut e MSN.

13 Respostas to "“Verdadeiras Igrejas são contra a homossexualidade” – Mito!"

A Bíblia ou a palavra de Deus tem sido, por muito tempo, usada como justificativa para o cometimento de gravíssimos crimes contra a humanidade, como a Inquisição e a caça às bruxas na Idade Média, a escravidão e mais recentemente o incentivo a práticas homofóbicas.
A homofobia (homo= igual, fobia=do Grego φόβος “medo”), é um termo utilizado para identificar o ódio, a aversão ou a discriminação de uma pessoa contra homossexuais e, consequentemente, contra a homossexualidade, e que pode incluir atos violentos e ainda formas sutis, silenciosas e insidiosas de preconceito e discriminação homossexuais.
Não gosto de entrar nessas questões religiosas, mas, me senti impelido a trazer uma reflexão que espero ser importante no momento.
Se é para falar da palavra do Deus, então leiamos I Samuel 18:1-4: “Acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas ligou-se com a de Davi, e Jônatas o amou como à sua própria alma. Saul naquele dia o tomou, e não permitiu que tornasse para a casa de seu pai. E Jônatas e Davi fizeram aliança, porque Jônatas o amava como à sua própria alma. Jônatas tirou a capa que vestia, e a deu a Davi, como também a sua armadura, e até mesmo a sua espada, o seu arco e o seu cinto.”
O termo hebraico para alma é né.fesh. Num sentido literal, exprime a ideia de um “ser que respira” e cuja vida é sustentada pelo sangue. Os termos das línguas originais (hebraico: né•fesh; grego: psy•khé), segundo usados nas Escrituras, mostram que a “alma” é a pessoa, o animal ou a vida que a pessoa ou o animal usufrui. ‘Nefesh’ é a própria pessoa, sua necessidade de alimento, o próprio sangue nas suas veias, seu ser.” — The New York Times, 12 de outubro de 1962.
Continuando no livro de I Samuel 20:41-42: “Indo-se o rapaz, levantou-se Davi do lado do sul, e lançou-se sobre o seu rosto em terra, e inclinou-se três vezes. Então beijaram-se um ao outro e choraram juntos, mas Davi chorou muito mais. Disse Jônatas a Davi: Vai-te em paz, pois juramos amizade um com o outro no nome do Senhor, dizendo: O Senhor seja testemunha entre mim e ti, e entre a minha descendência e a tua descendência perpetuamente.” E em II Samuel 1:26: “Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; quão querido me eras! Maravilhoso me era o teu amor, mais maravilhoso que o amor das mulheres”.
O grande problema em questão é de interpretação. Facilmente eu poderia afirmar que Jônatas e o rei Davi eram um casal gay.
Até mesmo quem nunca leu a Bíblia “sabe” que Sodoma e Gomorra foram destruídas porque eram habitadas por um grande número de homossexuais (Gênesis 19:1-24). Este é o entendimento para quem faz uma interpretação literal das Escrituras Sagradas. Contudo, uma leitura histórico-crítica aponta que as cidades foram destruídas pela falta de hospitalidade, pela injustiça, a opressão, a parcialidade, o adultério, as mentiras e o encorajamento dos pecadores (Ver: Mateus 10:5-15, Isaías 1:10-17 e 3:9, Jeremias 23:14 e Sofonias 2:8-11). Mesmo assim, muitos ainda citam a história de Sodoma e Gomorra para condenar os gays e as lésbicas. Isto porque, em uma das traduções da Bíblica, em Gênesis 19:5, diz: “Chamaram a Ló, e lhe perguntaram: Onde estão os homens que entraram esta noite na tua casa? Traze-os cá fora, para que os conheçamos.”, e em uma outra versão: “[…] deixe que esses homens saiam para que façamos sexo com eles”. Não se sabe qual a versão é correta, mas a maioria dos cristãos prefere a segunda, sem ao menos saberem que antigamente a violação anal era uma importante forma de humilhar, diminuir e castigar. Era comum os exércitos ganhadores violentarem os soldados do exército perdedor. Sodoma e Gomorra já estavam condenadas antes mesmo da chegada dos estrangeiros à casa de Ló.
Na Bíblia, em hebraico, o termo abominação denota um ritual equivocado e nunca para se referir a algo como imoral.
Quando se lê em Levítico 18:22 “Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação”, é necessário se entender o contexto histórico. Moisés referia-se ao ato da procriação, no momento em que a nação precisava crescer, no tempo em que os hebreus já sabiam que carregavam em seu sêmen todo o potencial da vida. Moisés queria que os homens poupassem o sêmen para a procriação. Não há procriação numa relação homossexual, portanto, considerado como a quebra de uma regra cultural.
Não se pode fazer uma interpretação literal da Bíblia. Em Êxodo 21:7 está escrito “Se um homem vender a sua filha como escrava, ele não sairá como saem os escravos”; Êxodo 35:2 “Seis dias trabalhareis, mas o sétimo dia vos será santo, sábado de repouso solene ao Senhor. Todo aquele que nele fizer qualquer trabalho será morto”, Levítico 19:27 “Não cortareis o cabelo em redondo, nem danificareis a ponta da barba”; Levítico 19:26 “Não comereis coisa alguma com sangue”; Levítico 20:18 “Se um homem se deitar com uma mulher durante o período menstrual, e descobrir a sua nudez, serão ambos eliminados do meio do seu povo por terem posto a descoberto a fonte do sangue”.
Enquanto alguns afirmam que odeiam os homessexuais por que está escrito na Bíblia, eu afirmo que odeiam por que estão lendo errado, sem fazer uma interpretação do contexto histórico. A verdade é que muitos cristãos estão descontextualizando a Bíblia e só lendo o que lhes convém. Por que então não praticar o que está em Mateus 19:21 “Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Então vem e segue-me”?
Esquecem-se de que em I João 4:7-8 está escrito “Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor é de Deus. Quem ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.”

REINALDO FRANCISCO DOS SANTOS em 23 de abril de 2011 – sábado às 21:06

.

Você precisa ler “Em Busca de Mim Mesmo”. Você vai se surpreender com a diferença entre o que vc sempre tomou por certo nessas passagens e o que você nunca pensou a respeito delas.

Sergio Viula
http://www.foradoarmario.net/p/reacoes-de-alguns-leitores-de-em-busca.html

No entanto, foi à Igreja Católica que a “passeata gay” de SP em 26/06 praticou ofensas. Como requisitar respeito com atitudes de desrespeito agressivas, com deboche?

A Verdadeira Igreja de Cristo, fundada por ele e confiada aos apóstolos, a Igreja Católica mantém o posicionamento de condenar o homossexualismo, como é devido. Existem casos de padres pedófilos (em sua quase totalidade, gays)? Sim. Mas estes fatos não negam a condenação do homossexualismo, muito pelo contrário: provam como a conduta pecaminosa mancha a reputação da igreja e causa prejuízos a outras pessoas.

Citar dissidências protestantes não torna a coisa acertada. Afinal, separados voluntariamente da comunhão com Deus, distantes da Doutrina verdadeira, toda sorte de erros é possível. Ainda mais quando se procura obstinadamente contrariar a Igreja Católica, para desmerecê-la e fazer crer que existem “outras igrejas” supostamente boas, o que é absolutamente errado.

Não se engane ou tente enganar seus leitores. O cristianismo, verdadeiro e fiel, é contra o homossexualismo, e não poderia ser diferente. Tanto é assim que os gays desmerecem a Igreja Católica, os líderes protestantes e mordem-se cada vez que um destes representantes firma-se contra os projetos malignos da comunidade LGBT.

Bruno, qual sua formação? Qual o seu entendimento sobre Patologia e Psicopatologia? É médico, psicólogo ou psicanalista? Geneticista ou Biólogo? Falo isto porque andei lendo o seu blog e ele é parecido com o do senhor Júlio Severo, só fala de homossexualidade, com seus devidos erros científicos e de colocação! Lastimável! A Idéia de que a Igreja Católica é a “verdadeira” é a mais redundante mentira já proclamada, além da índole dos “inerrantes” papas que matavam a veneno uns aos outros para conseguir o seu cargo de sacerdote, essa sucessão apostólica católica é tão decadente e desumana que relata tudo, menos ética e moral dos “apóstolos” católicos. Falar que os gays desmerecem a igreja católica e por isso ela é verdadeira é uma idiotice lógica, irracional e sem fundamento, é o mesmo que falar que porque eu desmereço a conduta de Hitler que ele é certo! Por favor! E Sobre a pedofilia, vá ler! Já foi mostrado que 73% do casos de pedofilia cometidos são por heterossexuais.

Entenda o falar por escrever e aprenda com Salomão!

“O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói.” Provérbios 13:3

A Igreja Católica, por sua sucessão apostólica é a genuína igreja fundada por Cristo. A história comprova isso. Há diversos artigos em sites como Veritatis Splendor que demonstram evidências históricas.
Papas foram todos seres humanos. O que os protestantes e demais anti-católicos não compreendem, por não aprofundarem-se no conhecimento da Doutrina Católica e no estudo do Magistrado da Igreja é que quando se aponta a infalibilidade papal, refere-se às determinações doutrinárias, em matéria de fé. Portanto, as falácias de que “católicos acreditam cegamente no papa”, “o papa é pecador” nada têm a ver com a doutrina católica.
Portanto, padres, bispos e papas podem sim errar, e erraram. Mas isso não torna a doutrina cristã, os ensinamentos de Cristo inválidos ou duvidosos.

Julio Severo é um bom homem, perseguido pela corja de militantes gays, e que presta um grande serviço de informação contra o gayzismo, contra as ameaças à política (com o socialismo e o comunismo da esquerda) e atividades pró-vida.

Não venha me dizer do que meu blog fala, eu o conheço. E nele trato também de outras questões como aborto, drogas e mais assuntos que costumam fugir a cartilha de interesses homossexuais. Ainda trato, ocasionalmente de questões relacionadas à Informática. Porém, com as constantes ameaças do movimento gay à sociedade de bem, o blog acaba ficando focado em alertar os leitores.

Por fim, não distorça minhas palavras. Isso não adianta. Não disse que porque os gays não gostam da posição da Igreja sobre homossexualismo ela é correta. Disse que tanto é verdade que os gays abominam a posição da Igreja, do cristianismo, que atacam os cristãos de todas as denominações. E quando podem, fundam seitas protestantes para abrigar a conduta pecaminosa, como ocorreu recentemente em SP.

Severo é um homofóbico que compara homossexualidade com parafilias, o que segundo a psicologia não tem A haver com C. Os Gays abominam a posição da Igreja Católica e de muitas igrejas evangélicas pelo seu evangelho de exclusão, pela sua cegueira “escolhida” com relação aos avanços da ciência e aos desdobramentos do psiquismo humano. Seitas? A Igreja Anglicana é seita? Ela aceita bispos homossexuais, assim como aceita também membros, a igreja Metodista Unida, a Igreja Presbiteriana ( A inicial, não a independente ), a Luterana, são todas seitas? Nossa…! Por favor! E você não me respondeu, qual sua formação? Qual o seu currículo para pode debater sobre Teologia, Patologia, Psicopatologia, desvios de ordem de conduta ou perversão como trata ao chamar a homossexualidade de homossexualismo, baseado em que estudos você fala isso? Em qual Teoria da Psicanálise ou da Psicologia você se baseia para patologenizar a homossexualidade? Pode me informar como funcionar a patologenização da homossexualidade na sua concepção como formado e/ou estudante da área das ciências humanas?

Bruno desconhece história. Talvez tenha lido somente aquela que os padres contam, mas essa inclui até hóstia sangrando para demonstrar que é o verdadeiro corpo de cristo. Será que a igreja católica é a verdadeira como a hóstia é a verdadeira carne de cristo… suspeito, muito suspeito…

Sergio Viula
http://www.foradoarmario.net

Sergio,
não ficou claro, mas você crê no Cristo Eucarístico, não sendo católico? Qual denominação protestante aqui no Brasil crê?

Não habilitou o link p/responder seu último comentário, então colocarei aqui.
Utiliza-se o termo “homofóbico” p/generalizar e confundir. Inclui-se na mesma palavra os violentos perturbados que atacam fisicamente pessoas com o objetivo de castigá-las por causa do homossexualismo.

É sabido e admitido que boa parte dos homossexuais fazem esta opção após abusos sexuais ou depois de desilusões amorosas. E no campo dos abusos, a maioria é de meninos (crianças e adolescentes) que foram abusados por outros homens, o que carateriza a pedofilia, gostem vocês disso ou não.

“Evangelho de exclusão”? Todos podem salvar-se, desde que se arrependam da conduta desviada e contrária às leis de Deus. O mal dos gays que “simpatizam com a igreja” bem como dos protestantes, é insistir que Deus deve se adaptar ao seus desígnios. Os protestantes que iniciaram as dissidências apresentam este erro crônico. Martinho Lutero e Henrique VIII tinham muito interesse em divergir da Igreja Católica, e por isso fundaram suas “igrejas particulares”. Este último com o motivo nefasto de divorciar-se e casar novamente. Veja que belo exemplo de cristão, de obediência às Escrituras, que revelam que “o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois formarão uma só carne. Portanto o que Deus uniu, o homem não separe” – Mt 19, 5-6. É assim que agem os protestantes, reinterpretando as Sagradas Escrituras, tirando algo aqui, colocando algo ali, e é assim que os gays agem, aproveitando-se da suposta possibilidade de dar novo sentido às palavras de Deus.
Veja que o próprio Cristo Jesus explicitamente refere-se à HOMEM e MULHER, unindo-se um com o outro. Não há espaço para aberrações homossexuais na doutrina cristã, não importa as acrobacias que sejam tentadas.

Chega a ser cômico você alegar que a igreja Anglicana “aceita bispos homossexuais”. Quer dizer: ela é certa em aceitar. E a Igreja Católica é errada em não aceitar. Então, todos os bispos que tem se convertido do Anglicanismo ao Catolicismo estão cometendo bobagem, né? A propósito, eles entendem bem mais das escrituras e de teologia do que vc e eu.

Eu não sou estudante de medicina, nem psicólogo. Mas não é preciso tanto embasamento técnico para entender como o comportamento homossexual vai na contra-mão da natureza humana. Na genética não há constatação de que exista fase ou evento embriológico ou da mitose que indique uma característica diversa de masculino e feminino para os seres humanos. Portanto, alegar de que “gays nascem assim” é falácia.
Outra evidência disso é que somente nos últimos anos o movimento gay resolveu trocar o termo opção sexual por “identidade de gênero”, somente para confundir aqueles que não acessam informações científicas nem se propõem a raciocinar a respeito.
Junto dessa manobra vem também a de tentar substituir homossexualismo por homossexualidade.
A “onda” do movimento gay é divergir (vide “diversidade”), mudar a aparência (vide “travestismo”). Para convencer a sociedade de bem, já anestesiada pela mídia, ao longo das décadas.

É claramente antinatural e nociva a atividade sexual homossexual, sobretudo entre homens. É um comportamento infértil e portanto altamente prejudicial para a perpetuação da espécie humana. Eu já escrevi a respeito no meu blog.

Olha como você comete atrocidade textuais, quase uma Myrian Rios de calça!
Primeiro, não foi descoberto o Gene “Gay”, mais o senhor está erradíssimo ao falar que ninguém nasce homossexual, isto é uma pura mentira! Para nascer de tal forma não é preciso que haja uma alteração genética, uma implicação endocrinológica por exemplo já pode ser suficiente para alterar muitas coisas e não é necessário ter um gene para que se haja um fato determinante! Existe o que chamamos de constelação genética, que é a ligação de genes entre si que estabelecem o que somos hoje, a nossa fisionomia, etc, sem a necessidade de um único gene, seria ousadia falar em um gene único para determinar toda uma sexualidade… Vários estudos genéticos apontam para uma complexa movimentação genética na determinação da orientação sexual
Em 1987, o biólogo americano W.J. Tennent publicou um artigo intitulado “Nota sobre a Aparente Queda dos Padrões Morais da Lepidoptera”. Após descrever o homossexualismo das borboletas do Marrocos, afirmou: “Talvez seja um sinal dos tempos o fato de a literatura entomológica estar nocaminho da decadência moral e das ofensas sexuais”. O cientista achou imoralidade em borboletas.
Com efeito, o preconceito ajudou a adiar a discussão sobre a homossexualidade humana. Pouco foi publicado até agosto 1991, quando o pesquisador norte-americano Simon LeVay, estudando as células do hipotálamo de homossexuais e heterossexuais masculinos e femininos, descobriu queelas tinham tamanhos diferentes para cada grupo. Foram realizadas, ao todo, 41 autópsias de pacientes falecidos em decorrência da AIDS, dentre mulheres, homens heterossexuais e homens homossexuais.
O pesquisador concluiu, que as células do hipotálamo dos homossexuais, tem um tamanho menor que as obtidas nas autópsias do hipotálamo de homens e mulheres heterossexuais. Tal descoberta remonta a uma relação direta entre orientação afetivo-sexual e a conformação celular do hipotálamo. É importante salientar que o hipotálamo é a região do cérebro responsávelpela elaboração das emoções e dos sentimentos eróticos.
A pesquisa, que foi publicada na revista Science, não é conclusiva como comprovação da teoria genética, pois não há com provar que as células do hipotálamo dos homossexuais estudados já eram de tamanho inferior desde o nascimento ou “diminuíram” posteriormente. Por outro lado, não se tem notícia de redução de tamanho nesses grupos celulares, e este trabalho, mesmo não sendo conclusivo, suporta a hipótese de que a homossexualidade pode ser “inata”.
Em julho de 1993 a revista Science publicou uma pesquisa que estava sendo desenvolvida pelo instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, sob a coordenação do professor Dean Hamer.Hamer selecionou 76 homens homossexuais, e passou a estudar seus familiares paternos e maternos. O resultado do estudo mostrou que entre os familiares paternos do pesquisado havia a incidência de 2% de pessoas homossexuais, índice que crescia para 7,5% quando se tratava do lado materno.
Isso levantou a hipótese de que a homossexualidade estaria vinculada a um fator genético do lado materno, mais diretamente relacionado com o cromossomo X. A equipe de Hamer também selecionou, posteriormente, 40 pares de irmãos homossexuais, que não tinham características semelhantes. Dentre essas 40 duplas, 33 deles, ou seja, 82,5%, tinham a mesma seqüência de DNA de umaparte do cromossomo X da mãe. (Castro, 1994)
O pesquisador Richard Pillard, professor de Psiquiatria da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, desenvolveu um estudo comparando os gêmeos idênticos (univitelínicos) com os gêmeos não-idênticos (bivitelinicos). Seus resultados mostram que há maior incidência de homossexualidade entre os gêmeos idênticos que entre os não-idênicos. O resultado se confirmava mesmo no caso de gêmeos idênticos criados em famílias separadas. O estudo é interessante pois, os gêmeos idênticos são clones um do outro, tendo o mesmo material genético, sendo os não-idênticos diferentes. É um resultado que suporta a hipótese de homossexualidade genética.
Na Universidade de Minessota, o pesquisador Thomas Bouchard foi ainda mais longe. Bouchard e seus colegas tiveram a idéia de montar um ambicioso projeto de pesquisa a respeito das influências relativas da genética e das circunstâncias ambientais na formação da personalidade.Estudando 8000 pares de gêmeos idênticos, onde todos cresceram em famílias separadas, Bouchard encontrou respostas impressionantes.
Os gêmeos idênticos são resultado da divisão de um óvulo fecundado por um espermatozóide que dá origem a dois embriões. Por isso são clones. Seu material genético é idêntico. Quando separados logo após o nascimento e criados por famílias distantes, eles vão ser influenciados por fatoresambientais (inclusive os Freudianos) diferentes. Não existe melhor maneia de estudar como um mesmo estoque de genes reage a experiências distintas ao longo da vida. Se por exemplo, oito em cada dez pares de gêmeos idênticos criados separadamente são agressivos, os pesquisadores concluem que a agressividade é 80% genética.
Os pesquisadores partem do pressuposto de que nesses casos as semelhanças que os gêmeos apresentam nos estudos são herdadas, enquanto as diferenças são fruto da criação que receberam dos pais somada às experiências de vida. Os resultados para a homossexualidade são significativos. Bouchard encontrou um índice de 82% para tal característica, ou seja, aproximadamente 8 em cada 10 gêmeos idênticos, separados quando ainda bebês, eram amboshomossexuais.
Algumas dúvidas sobre a influência genética ainda permanece. “A genética nunca conta mais do que 50% da história da pessoa. Desprezar a outra metade é um erro”, disse o psicólogo Roberto Plomin, da Universidade da Pensilvânia a revista Veja. “As novas estratégias de pesquisa, que reconhecem a influência de múltiplos genes e de fatores não genéticos, são mais promissoras.”
A opinião do cientista canadense Stephen Pinker vem corroborar com a afirmação de Plomin, mas não contrapor aos resultados de Bouchard. Pinker é diretor do Centro de Neurociência Cognitiva do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (o respeitado MIT), e autor do livro Como a Mente Funciona. Em entrevista a Veja em 13/01/1999, Pinker afirmou: “A idéia de que os pais moldam a personalidade dos filhos é tão arraigada que normalmente se acredita que ela não precisa de provas. Os estudos mais recentes mostram, no entanto, que cerca de 50% das variações de personalidade têm causas genéticas. Assim, gêmeos idênticos criados separados costumam ser tãoparecidos em caráter e temperamento quanto gêmeos idênticos criados juntos.
E quanto aos outros 50%? A surpresa está aí: não mais do que 5% da personalidade de uma criança é determinada pelo tipo de educação que ela recebeu. Assim, outras crianças, ou “pares”, são em vários aspectos mais importantes na formação de um jovem do que os pais. A influência nalinguagem é a mais evidente: as crianças utilizam o vocabulário de seus egas e amigos, não o da mamãe.”
Um dos trabalhos mais completos sobre a natureza homossexual é o livro de Bruce Bagemihl, Biological Exuberance – Animal Homosexuality and Natural Diversity (Exuberância Biológica – Homossexualidade Animal e Diversidade Natural), publicado em 1999 nos Estados Unidos. É uma revisão bibliográfica formidável, sobre os trabalhos “esquecidos” nas gavetas de Zoólogos detodo mundo. Bagemihl analisou 450 espécies, principalmente de mamíferos e aves, todas praticantes, em maior ou menor grau, de hábitos homossexuais.
O livro mostra que as relações homossexuais na natureza não são confusão do instinto, aberração ou falta de fêmeas. A maioria dos animais homossexuais são assim porque são. Em alguns casos, como o dos leões, há vantagens na relação macho macho. Sendo bissexuais os leões criam os filhotes juntos,aumentando a taxa de sobrevivência de seus genes. Bagemihl também assinala que o homossexualismo animal é muito comum em quase todas as espécies de mamíferos, as vezes em até 27% dos indivíduos de uma população da mesma espécie. O livro dispensa comentários.
Em 1998, arqueólogos austríacos encontraram na fronteira da Áustria com a Itália, nos Alpes, um corpo congelado datando de 14000 anos atrás. Tratava-se de um guerreiro da idade da pedra, que estava perambulando pelos Alpes quando deve ter sido pego por uma nevasca e sucumbiu. Graças asbaixas temperaturas, o guerreiro, que pelas tatuagens pôde também ser identificado como chefe da tribo, foi preservado intacto. Estudos minuciosos concluíram que se tratava um homossexual, pois haviam resquícios de esperma, com características sangüíneas diferentes da sua, em seu reto. Isto remete que o homossexualismo era natural da espécie humana (assim como é aos leões)antesdo aparecimento da cultura Judaico-Cristã.
Talvez a descoberta mais marcante a este respeito tenha sido por acaso. Pesquisadores brasileiros, ao estudarem os genes que davam as características das antenas de Drosófilas (Drosophila melanogaster), se depararam com uma prole composta exclusivamente de homossexuais. Ao alterarem os genes das drosófilas, acidentalmente os pesquisadores alteraram um gene que influenciou as moscas a ter este comportamento. Pode parecer bobo, mas nem sempre a ciência estava buscando os resultados que encontra.
O Estudo mais detalhado e taxativo e determinante, adotado pelos cientistas e agora sendo incrementando no currículo dos Psiquiatras, Endocrinologistas, Psicólogos, etc.. é o de Jacques Balthazar da Universidade de Liège, na Bélgica,” nossa orientação sexual é definida quando não passamos de um embrião.”
Balthazar acaba de lançar no exterior o livro “Biologia da Homossexualidade”, em que afirma que o indivíduo nasce Homossexual, não se torna um.
De acordo com o estudioso, que há 30 anos analisa a relação entre hormônios e comportamento sexual, o histórico genético e as descargas hormonais recebidas quando ainda estamos no ventre são os determinantes para que alguém nasça Homo, Bi ou heterossexual.
Tive a oportunidade de ler o estudo e concordar com tal!
Então é possível sim, falar que as pessoas nascem homossexuais.

A Questão “opção” não foi trocada por gays, foi constata por médicos e especialistas que tais escolhas, são variantes do inconscientes, incapazes de arbítrio consciente, logo não existe opção sexual, pois a ciência evoluiu e mostrou isso. Outra coisa, o termo “opção sexual” não foi substituido por “identidade de genero”, ai você mostra mais uma ignorância estupefácia! Identidade de gênero se refere ao O transtorno de identidade de gênero é um transtorno de ordem psicológica e médica, que se manifesta na condição em que a pessoa é de um determinado gênero biológico (homem e mulher), mas se identifica com os indivíduos pertencente ao gênero oposto, e considera isso como desconfortante ou é incapaz de lidar com essa condição, ou seja, se refere a Transexuais, que em nada tem haver com a orientação sexual homossexual! A maioria dos transexuais são assexuados!

Orientação sexual é a inclinação psicológica, espiritual, afetiva, estética por alguém do mesmo sexo, do sexo oposto ou por ambos, caracterizando a homo, hetero ou bissexualidade! Esta vendo como você precisa de embasamento técnico para falar? Só fala besteiras e espalha ignorância!
Diversidade significa plualidade e não discordância, exemplo: “Temos uma diversidade de cores, amarelo, azul, verde”, assim se aplica a sexualidade humana, “temos uma diversidade enorme dentro da sexualidade humana, homossexuais, pansexuais, heterossexuais, bissexuais, etc…”.

Divergir significa discordar, exemplo: “temos uma divergência de cores, amarelo, azul, verde”, isso se aplica? Não! Não espalhe ignorância ao seus leitores! Diversidade não tem haver com divergência, vá ler o dicionário! A Travestilidade não tem haver com a homossexualidade, embora a sigla LGBT inclusa os Transexuais e Travestis isso não significa que eles sejam iguais, travestis são pessoas que sentem uma necessidade enorme de se vestir como o sexo oposto e de se portar socialmente como o sexo oposto, ao contrário do homossexual que se entende muito bem com seus trajes masculinos e se porta como homem perante a sociedade, a sua vida afetiva e inclinação sexual, não implica na psicomotricidade.

Seus comentários são marxistas, desprovidos de conhecimento técnico. A homossexualidade sempre existiu, arqueólogos recentemente descobriram esculturas datadas a cerca de milhares de anos antes de Cristo relatando a homossexualidade e nem por isso a humanidade deixou de crescer. A Homossexualidade por seu fator genético tem um controle ( ela nunca passa dos 10%, ver escala Benjamim, Kinsey ). Se for olhar a homossexualidade pecaminosa por ser infértil, os hermafroditas são pecaminosos, as mulheres sem útero, os homens com distúrbios hormonais, com impotência, mulheres com síndrome do ovário policistico, dentre outras patologias! A homossexualidade não é prejudicial a perpetuação da espécie humana, pois eles não passam de um total de 10% da população mundial total!

Sobre os sacerdotes católicos, você está em plena contradição com o vaticano que publicou uma pesquisa mostrando que o número de sacerdotes católicos em todo mundo caiu 7,63%. O número de católicos em 2010 só cresceu devido ao fato da Igreja Católica esta apavorada com os últimos sensos que mostram que ela é a religião que mais decresce no mundo, perdendo adeptos principalmente pro Islamismo, Pentecostalismo, Ateísmo e Anglicanismo, investiram em missões “mata fome” na África para “sensibilizar” os africanos na miséria a se tornarem católicos para dizer que o catolicismo aumentou! ( Agência EFE, socialismo ).

Meu caro, seu Blog é um conjunto de desinformação, descultura, sem ciência, sem teologia, sem fundamento, baseados em mentiras científicas, teológicas! Fundamentadas no seu dispositivos religiosos! Seu Blog virou um covil de víboras para atacar os Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Simpatizantes, mesmo sem entender ABSOLUTAMENTE nada de sexualidade humana e de patologia ou psicopatologia! Estude para não falar besteira! Para não passar vergonha!
Dedique-se ao tua inteligência Espacial e faça valer os seus estudos ou pare de postar besteiras desfundamentadas nesse blog da pseudo defesa da fé cristã que é só um moralismo preconceituoso.

Ninguém nasce homossexual porque simplesmente a natureza divide-se em machos e fêmeas. O que ocorre diferente disso é anomalia (este termo, você que é letrado, deve conhecer).
E, como a natureza, criada por Deus, define que machos e fêmeas complementam-se, qualquer atividade homossexual é claramente uma deturpação da natureza, com causas biológicas, psicológicas, sociais, etc, mas nunca uma predisposição originária do ser.
Porém, para os representantes da ciência simpatizantes dos gays, como não há como provar a validade do homossexualismo dentro da análise da espécie humana, procuram divagar, apontando possibilidades mil dentre todos os pontos passíveis de falhas na biologia, procurando constituir uma “constelação” de falhas do ser humano que provocam interesse homossexual, bissexual, etc. Sempre falhas e anomalias (e não há como fugir disso), distúrbios, acidentes biológicos e genéticos.
Você acha que algum dia, uma dupla de gays poderá comprar da ciência uma fertilização artificial que produza um ser humano com tendência homossexual? Essa é boa…

Agora vejamos: “O cientista achou imoralidade em borboletas.”. Mas que disparate! Que arroubo “onomatopéico”! Haha.
Os gays estão tão cegos em “garantir” que a natureza produz seres homossexuais, que esta conduta vergonhosa e indigna provém dela que rebaixam a dignidade e a natureza humana ao mesmo nível dos animais irracionais (como eu expus no comentário de um gay, no meu artigo “Bons úteros também geram maus frutos”). E agora essa: borboletas são dotadas de conduta moral! Você gasta palavras demais para dizer bobagens…

Ainda que haja interferência dos hormônios na inclinação homossexual, isto não valida a conduta. Com efeito, o homossexualismo é um pecado, uma tentação. A nossa natureza humana, corrompida pelo pecado original, tornou-a passível de todo tipo de inclinações malignas, como a gula. As paixões sexuais por vezes incitam até mesmo os homens e mulheres normais, heterossexuais a praticar atos imundos, como nas orgias. E por isso mesmo é que os indivíduos que sofram de algum distúrbio biológico e psicológico devem ser caridosamente orientados e assistidos para que não incorram no pecado.

Falando em contradizer-se, porque você se esforça em me apontar que o homossexualismo existiu sempre, desde muito antes de Cristo? Mas que desperdício de texto, novamente!
Volto a lembrar que a corrupção do gênero humano data da criação do mundo, com o pecado original. O homossexualismo foi atribuído à Sodoma e Gomorra como graves pecados e não por acaso os homossexuais são também chamados “sodomitas”. E portanto, a conduta pervertida homossexual existe sim desde muito tempo, na Grécia antiga, e em entre tantas outras nações, na Babilônia, etc. Todos estes, vejam só! Anteriores ao cristianismo! Então não venha usar este paralelo, que só demonstra a sua vivência parcial e maliciosa de cristianismo.
Deus deixou claro nas Escrituras o que deve ser entendido quanto ao homossexualismo, como é errado.

E quem disse que hermafroditas, pessoas estéreis e demais portadores de deficiências são pecadores? Não jogue para outros as tuas acusações.

“LOL”! Você pretende mesmo tentar convencer alguém de alguma informação acerca do catolicismo que seja assinada por “socialistas”? Assim fica beem difícil….
Aqui vão duas notas bastante recentes, e confiáveis:
http://www.acidigital.com/noticia.php?id=20547
http://www.guardian.co.uk/world/2011/jan/15/anglican-bishops-ordained-catholic-priests

Novamente, sobre contradizer-se: como pode meu blog ser “sem ciência” e “baseado em mentiras científicas” ao mesmo tempo, rapaz?
Mas mesmo levando esta estupidez em conta, eu nunca me disse cientista. Lá coloco as análises lógicas a respeito dos acontecimentos atuais.
Quanto ao blog ser um “covil”, puxa! Não havia contado ainda os participantes para animar-me assim… Ofenda-me de ter um blog mediocremente frequentado, e talvez assim eu até pense que você raciocina corretamente.

Por fim, obrigado por confirmar tudo que já é dito, quanto ao movimento gay: qualquer oposição é taxada de “moralismo preconceituoso”.

É o que eu falo, churrasqueiro querendo falar de biologia, professor de informática querendo falar de Psicologia…
Sempre dá nisso!
Meu caro, a natureza não divide-se em machos e fêmeas, você entende natureza como o que? Se for só humanidade esta errado, pois há aqueles que nascem com a morfologia cerebral feminina e o corpo anatomico masculino ( Intersexual KL ). Sobre as Borboletas e falar que “nós nos rebaixamos a animais irracionais”, meu querido, as mesmas borboletas foram objetos de estudo para validar a conduta do heterossexual, o porque do olfato, do tato. As Moscas de banana foram objeto de estudo para mostrar as fontes do desejo heterossexual, e se engana você se acha que orientação sexual é somente formada por fatores psiquícos ( racionais ). Animais irracionais possuem sistemas biológicos parecidos com o dos humanos, estou falando de Biologia ( palpável ) e não de Psicologia ( abstrato, porém provável ). Se cientistas acharam “imoralidade” em borbolentas, no estudo publicado na Sciencie, ed 23, pág 45, acharam a sua incapacidade de “conscientizar” as coisas em moscas de bananas. Então Não são meras interferências hormonais, são interferências hormonais imperativas que se impõem e estabelecem a orientação sexual do individuo. A Homossexualidade para a ciência é uma das 3 orientações sexuais pautáveis e normais, queira a sua pseudo teologia ou não.

O Argumento de “Sodoma e Gomorra” é tão batido que nem mais os padres da igreja católica usam-o para acusar o homossexual e nem o fazem para dizer que os motivos da destruição de tal era a homossexualidade, só um atrasado como você para sustentar essa tese, leia um pouco de quem é formado🙂.

“O Verdadeiro Pecado de Sodoma e Gomorra

A história de Sodoma e Gomorra é sem sombra de dúvidas uma das mais interessantes da Bíblia, traz em seu conteúdo uma mensagem sobremaneira importante para a religião cristã.

O texto nos mostra que a cidade havia se deixado levar pela soberba, avareza, Deus enviou anjos à cidade, ao chegarem lá foram abordados pelos homens – homens aqui aparece no sentido amplo da palavra, ou seja, os anjos foram cercados por todo o povo incluindo, homens, mulheres, crianças, idosos – ao invés de acolherem os visitantes estrangeiros, os habitantes de Sodoma e Gomorra quiseram abusar dos anjos. Todo tipo de abuso, é por si só pecado.

“Mas, antes que se deitassem, os homens daquela cidade cercaram a casa, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim todo o povo de todo o lado, e chamaram Ló e lhe disseram: onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles”, (Gênesis 18:4-5).

Para interpretar corretamente essa passagem das Escrituras Sagradas precisamos tomar como base a regra da exegese que diz que devemos comparar o texto com outras referências em que o mesmo aparece. Vejamos o exemplo descrito em Ezequiel:

“Eis que essa foi à iniqüidade de Sodoma, fartura de pão e próspera ociosidade teve elas e suas filhas, mas nunca amparou o pobre e o necessitado”, (16 :49).

De acordo com Ezequiel 16: 49 podemos concluir que o verdadeiro pecado de Sodoma e Gomorra foi à falta de hospitalidade para com o próximo.

O próprio Jesus, conhecendo o contexto da história de Sodoma e Gomorra que era o de ter pecado por falta de hospitalidade para com o estrangeiro, ao enviar os seus obreiros para anunciarem a mensagem do Reino de Deus, sabiamente usou o exemplo de Sodoma e Gomorra como vemos no livro de Mateus:

“Ao entrares na casa, saudai-a. Se, porém, não o for, tornem para vós outros a vossa paz. Se alguém não voz receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sair daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Em verdade vos digo que menos rigor haverá para Sodoma e Gomorra, no dia do juízo, do que para aquela cidade”, (10:13-15).

Muita gente tem interpretado de forma equivocada a história de Sodoma e Gomorra. A correta interpretação do texto traz para o cristianismo uma verdade inquestionável: os que rejeitam ou excluem qualquer ser humano, por cor, classe social, sexo, idade, orientação sexual, por serem estes diferentes ou provenientes de algum grupo social distinto e aqueles que abusam de outra pessoa, verbalmente ou fisicamente, estarão cometendo o pecado e certamente sofrerão juízo divino.”

Bruno Lima
Formado em Ciências Sociais e Teologia, fez mestrado e Doutorado em Ciências Sociais da Religião. Pastor da CCNE-Nordeste, conferencista e palestrante.

Quer pregar, vai pra tua paróquia, você não tem embasamento teológico, científico, psiquíco pra debater nada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Autor

Ativista dos Direitos Humanos (Principalmente LGBTs ); Teólogo;Homeopata; Psicanalista, especialista em Sexualidade Humana, Filosofia, Sociologia;Blogueiro.

Este Blog é protegido por direitos autorais

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 69 outros seguidores

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

homofobia-basta@live.com

Me adicione no FacebooK

Curta a comunidade do Blog no Facebook, Clique na Imagem!

Me adicione no Orkut

Me siga no Twitter

Homofobia Basta!

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Quer ajudar o Blog? Faça sua Doação!

Portal Colaborativo Teia Livre

Igreja Progressista de Cristo

Parceiros de causa

Se você realmente ama seus amigos, defenda-os da Homofobia!

Contradições no discurso do Senador Magno Malta

Vítimas da Homofobia

Mais fotos

Estatísticas do Blog

  • 439,598 Pessoas viram esse Blog
%d blogueiros gostam disto: