Homofobia Basta!

5 mitos sobre a homossexualidade #LGBT #HomofobiaNAO

Posted on: 20 de julho de 2011

Alguns conceitos sobre homossexualidade encontram grande aceitação entre as pessoas. Para contar algumas verdades e esclarecer a população, este artigo vem derrubar cinco mitos a respeito dos homossexuais. Você pode descobrir coisas que sempre imaginou serem diferentes.

1 – ANIMAIS SÃO SEMPRE HETEROSSEXUAIS

Há quem conteste o homossexualidade por dizer que não é parte da natureza, já que não existem animais gays. Mentira. Animais como pinguim, golfinho, bisão, cisne, girafa e chimpanzé são apenas alguns exemplos de animais que praticam relações homossexuais.

Isso derruba outro senso comum, de que os animais só fazem sexo para reprodução. O que ainda intriga os cientistas é o motivo. As teorias mais aceitas dizem que o relacionamento de animais do mesmo sexo ajuda a fortalecer laços sociais.

2 – RELACIONAMENTOS GAYS NÃO DURAM

Geralmente, se tem essa ideia. Ou pelo menos que eles não duram tanto quanto as relações heterossexuais. Algumas teorias psicológicas afirmam que é justamente o preconceito das outras pessoas e a dificuldade de reconhecimento legal que levam os casais homossexuais a desejarem fortalecer um relacionamento.

Um estudo da Universidade de Washington acompanhou casais gays por um período de doze anos, e constatou que um a cada cinco casais romperam a relação, taxa inferior à de divórcios no mesmo período.

3- A MAIORIA DOS PEDÓFILOS SÃO GAYS

Essa é uma questão delicada, já que pedofilia é um dos poucos assuntos no mundo em que há unanimidade: ninguém defende publicamente a pedofilia. Quando se trata de traçar um perfil do pedófilo, alguns imaginam uma compulsão a desejos homossexuais. Um instituto de Psiquiatria no Canadá fez um estudo com gays para descobrir se havia alguma ligação entre as duas coisas. Os cientistas chamaram homens homo e outros heterossexuais, lhes mostraram fotos de crianças e mediram sua excitação sexual. Os homossexuais não reagiram mais fortemente à imagem de meninos do que os heteros à de meninas.

Um outro estudo, da Universidade do Colorado, analisou 269 casos de abuso infantil. 82% dos casos foram iniciativa de adultos heterossexuais, e os 18% restantes ficaram divididos entre homens gays e lésbicas. De lambuja, o estudo afirmou concluir que homossexuais tendem a resolver conflitos mais facilmente.

4 – CASAIS GAYS NÃO SÃO BONS COMO PAIS OU MÃES

Uma ideia que envolve legalidade, já que a justiça da esmagadora maioria dos países proíbe o casamento homossexual, também não se mostrou verdadeira. Muitos fazem fileiras contra o casamento gay porque não admitem a possibilidade de que eles possam formar uma família.

Estudos analisaram alguns quesitos com os filhos de casais. 90 adolescentes foram analisados, por exemplo, na escola, e a média de nota foi superior em filhos de casal homossexual. O estudo mostrou também que não há entre filhos de casal homossexual tendência nenhuma para entrar em delinquência juvenil, que ás vezes é relacionada a revoltas ou traumas de infância. A conclusão do estudo, de que não há mal nenhum em que casais gays criem filhos, foi publicada em uma revista norte-americana em fevereiro deste ano.

5 – SER GAY É UMA ESCOLHA

Esta aqui pode causar a maior surpresa: um estudo afirma que o homossexualidade não é uma escolha, é genético! Um estudo da Universidade McMaster, em Ontario (Canadá). Entenda: a pesquisa analisou gêmeos univitelinos ( gêmeos idênticos em que todos os genes são compartilhados), com gêmeos bi vitelinos (chamados de gêmeos fraternos, onde apenas 50% dos genes são iguais). Observou-se que os gêmeos idênticos estão mais propensos a ter a mesma orientação sexual – seja ela qual for – do que os gêmeos fraternos. Ou seja, na maioria dos gêmeos idênticos, se um deles é gay, o outro também o será, ou seja, está no gene.

O estudo também achou outras possíveis causas para a homossexualidade. Uma delas, curiosa, é a exposição hormonal do feto dentro do útero durante a gravidez. E há particularidades no organismo de indivíduos sexuais, tais como diferenças no sistema nervoso central. E uma surpreendente, que caracteriza os gays pelo formato da orelha! [Live Science]

6 Respostas to "5 mitos sobre a homossexualidade #LGBT #HomofobiaNAO"

Jamais vou acreditar que homossexualidade é algo genético, a não ser que me provem. Pelo menos não genético da maneira exposta, como sendo algo de nascimento. É genético apenas no fator da mente humana, que não deixa de ser genético, mas é mais referido como psicológico. Não é uma escolha, mas são coisas da vida que nos tornam de uma maneira ou de outra, sem possibilidade de escolha. Muito mais estudos comprovam que organismos de homossexuais assumidos e os ditos heterossexuais são exatamente iguais. Todos têm um lado homossexual e outro heterossexual porque isso sim faz parte da genética, da natureza humana, e não somente humana. É um fator puramente psicológico que determina pra que lado o indivíduo tenderá.

Que bom expor a sua opinião, mesmo em contra senso com a realidade. O próprio Conselho Federal de Psicologia admite o fator genético de nascimento, não somente ele como responsável, mas ele como um indicativo, sem falar nos Psiquiatras e os mais recentes estudos sobre a homossexualidade, esse é apenas uma pequena amostra dos estudos. Não atribuo tudo a genética, como Psicanalista sou muito cético, mas já li e estudei demasiadamente a genética para acreditar que a homossexualidade só depende de fatores exteriores, ambientes e é puro fruto de uma conjunção psicológica.

Gostei do escrito, mas eu tb não concordo com 5 e concordo com Vinícios. Muitos dizem ser genético. Outros dizem o inverso. Resumindo… Não chegam a um consenso (que nem o ponto G) e quer saber? Melhor assim. Todos são iguais e quanto menos diferenças apontarem melhor (assim evitamos de nos dividir em categorias).
Se fosse genético, todos os meus gostos naturais (músicas, gosto por uma determinada cor, comida etc.) foram geneticamente programados e eu já nasci inclinada para eles e até para não gostar de certas coisas tb.
Penso que todos nascem “assexuais” e com o tempo – e naturalmente – as inclinações começam a aflorar. Os que são “bissex” – minha opinião – são os que mais obedecem a natureza sexual humana, pq apenas gostam e não veem, primeiramente, o gênero da pessoa para depois se apaixonar. Eles apenas gostam.
Bom… É apenas minha opinião =)

Concordo em gênero, número e grau com Vinicius Vier. Não acredito que apenas a génetica possa determinar ou ser fator predominate nos casos de opções de prazer sexual. É até perigoso, pois a partir dessa afimativa alguns vão justificar compotamentos de escolhas equivocadas na vida como determinação genética.
beijitos

Eu creio que seja genético sim. Desde pequeno eu já me sentia atraido por homens. A única coisa que fiz, quando tomei consciência da minha sexualidade, foi controlar totalmente os meus gestos e fala. Acho que esse controle total para me esconder me deixou uma grande consequencia: Não consigo me sentir atraído por gays, eu só sinto atração por héteros. Resultado… minha vida é ficar só, sem um nem outro….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Autor

Ativista dos Direitos Humanos (Principalmente LGBTs ); Teólogo;Homeopata; Psicanalista, especialista em Sexualidade Humana, Filosofia, Sociologia;Blogueiro.

Este Blog é protegido por direitos autorais

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 69 outros seguidores

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

homofobia-basta@live.com

Me adicione no FacebooK

Curta a comunidade do Blog no Facebook, Clique na Imagem!

Me adicione no Orkut

Me siga no Twitter

Homofobia Basta!

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Quer ajudar o Blog? Faça sua Doação!

Portal Colaborativo Teia Livre

Igreja Progressista de Cristo

Parceiros de causa

Se você realmente ama seus amigos, defenda-os da Homofobia!

Contradições no discurso do Senador Magno Malta

Vítimas da Homofobia

Mais fotos

Estatísticas do Blog

  • 438,192 Pessoas viram esse Blog
%d blogueiros gostam disto: