Homofobia Basta!

Espiritualidade: A importância dela para a sociedade.

Posted on: 17 de junho de 2011

Confunde-se Religião com Espiritualidade, embora os dois sejam íntimos e praticamente inseparáveis são diferentes

1 – Religião: um sistema organizado de crenças, práticas, rituais e símbolos projetados para facilitar a proximidade com o sagrado ou transcendente (Deus, poder superior, ou verdade/realidade absoluta).
2 – Espiritualidade: a busca pessoal pela compreensão de respostas para as perguntas fundamentais sobre a vida, o significado, e a relação com o sagrado ou transcendente, o que pode (ou não) levar a/ou originar-se do desenvolvimento de rituais religiosos ou formação de comunidade.

Fé é componente da espiritualidade independente da religiosidade, seguida de evoluções.

1) Fé primitiva — envolvendo as primeiras relações de confiança da criança com o meio;

2) Fé intuitiva — ligada à imaginação, às histórias contadas, com a presença do simbolismo;

3) Fé mística literal — que já envolve o pensamento lógico com as categorias de causalidade,tempo-espaço e a possibilidade de se colocar no lugar do outro;

4) Fé sintética — convencional — presente na fase da adolescência, na busca da identidade e por uma solidariedade dentro do grupo de pertença;

5) Fé individuativa e reflexiva — na fase adulta, faz parte de um sistema social, apresentando um senso de responsabilidade e um estilo de vida;

6) Fé conjuntiva — o tempo de existência permite múltiplas interpretações da realidade, incluindo o paradoxo, o símbolo, a história, o mito e a metáfora;

7) Fé universalista — traz o sentido de ser um só com o poder da sua existência. É o mais alto estágio da fé

Vemos como os estágios da fé apontados pelo autor se relacionam com os estágios do desenvolvimento do pensamento, da compreensão do mundo, da maturidade e da capacidade de refletir sobre a própria existência. Não se configura como algo pronto, ou ensinado por alguém, e sim como um processo de construção pessoal.

Bom, ando meio cansado de ouvir que a espiritualidade não tem nada haver com a religião, bom, para quem consegue fazer isso ( 1,5% da populaçã0 ) isso é fato, para o resto não, até mesmo os Ateus e Agnósticos sofrem com a infecção religiosa, são contaminados pelo ódio que tem pela religião, pelo discurso religioso e isso atrapalha até mesmo o raciocínio lógico e intervém severamente nos mecanismos de ansiedade causando uma disfunção neural seroto, dopamino, noradrenérgica que são responsáveis pelos controles das células T1 e T2 que são responsáveis pela defesa orgânica, tornando os Ateus e Agnósticos mais propensos a doenças infecto-contagiosas, resistentes a terapias com anti-bióticos, anti-virais, além do tratamento da AIDS, Câncer, Lúpus e outras doenças imunodepressoras muito mais díficeis pra eles, o índice de mortalidade entre Ateus e Agnósticos dentro desses quadros é 20% maior, estudos também mostraram que os Ateus são mais vulneráveis ao suicídio, depressão, auto-mutilação, TOC, TAG e outras doenças psicossomáticas porém em contra partida, pela auta dopamino e noradrenérgica a adrenalina se mostra maior, tornando a vida sexual dos mesmos mais ativa e prazerosa, com menas culpa e índice de parafilias.

Em contra partida Ateus possuem uma mente mais aberta e possuem uma mente menos preconceituosa com relação ao consistente, respeitam e sabem conviver com todo tipo de pessoas, desde que não exponham suas idéias religiosas, porém isso é algo ruim, pois da mesma forma que se pode e se deve expor a sua forma de não acreditar em uma divindade ou em uma força maior é importante ouvir para contribuir para o ponto fato do respeito e do altruísmo social, saber ouvir de Deus, divindades, milagres, etc… é algo que incomoda muitos ateus, pois eles atribuem isto a fatores psicológicos, porém o que acontece de fato é que somente 15% dos Psicólogos e Psicanalistas são Ateus ou Agnósticos, alguns extrapolam no “divindês” e acabam sendo taxados de loucos na comunidade Psi. como foi Jung, Psiquiatra discípulo de Freud que partiu para o Esoterismo e dizem lá alguns psicanalistas que ele foi pra “Júpiter” – termo usado por alguns psicólogos para designar pessoas que começam a embaralhar suas idéias com a psicoterapia – , Hoje se sabe que Espiritualidade independe de Religião, todos nós temos espírito e ele é fundamental como a nossa alma e o nosso corpo para total crescimento e harmonia, os três funcionam como um elo, um doente, todos doentes! Saber moderar, respeitar e dialogar sobre espiritualidade é importante, porque acreditando ou não em algo, tendo religião ou não, você tem um espírito dentro de você, espírito esse que por mais que você reclame não irá sair!

É interessante que todos nós sabemos que por exemplo, uma gripe, como a gripe A pode chegar a nível de pandemia e atingir milhões de pessoas… O que alguns não sabem, é que uma doença psicológica, como a Histeria coletiva, também pode atingir caráter pandemico, exemplo disso são esses excessos de milagres que vemos e não é de hoje, isso acontece a muito tempo…! Freud foi o que iniciou o desafio a Igreja Católica e Protestante estabelecendo as ligações entre os delírios religiosos e a perversão das idéias vinculadas aos desejos. Mas também como doença psicológica, existe a doença espiritual que também consegue atingir milhões de pessoas, até aquelas que não compartilham da mesma fé! Podemos observar que usando uma espiritualidade doentia se espalha para outros ódio, rancos, medo que brotam como doenças psicológicas que viram doenças psicossomáticas ( manifestam no corpo ). Sem falar na transformação e manipulação do pensamento social, que é fundamental para a harmonia da humanidade, quantos a IgrejaCatólica matou através da manipulação psico-espiritual? A Igreja Protestante? O Islamismo? As seitas? Quanto mini-grupos de ateus e agnósticos movidos pelo ódio eu vi e observei que procuravam igrejas pequenas para desenhar deboches e caricaturas na porta da igreja? Quantos evangélicos chutando imagens de santos católicos? Quantos católicos chamando protestantes de ladrões de dinheiro, enquanto a igreja católica em questão de dinheiro não fica atrás, o que ela tem de riqueza mata a fome África, porém é patrimônio do Vaticano… ( Jesus disse que nosso mundo não é aqui, porque não vendem aquilo, ficam com o básico e costroem um mundo melhor? )… Chineses perseguindo cristãos que compartilham leituras bíblicas através de pedaços rasgados de folhas da bíblia… Uma espiritualidade doentia é tão ruim! Seca a alma! Transforma tudo que há de bom dentro de nós em lixo psicológico! Pega nossas defesas psiquícas e as tritura! A Doença Espiritual pega qualquer um, Ateu, Judeu, Cristão, Hindú, Budista, Kardecista, Umbandista, Candomblecista, Mórmom… não escapa uma alma vivente… E o segredo é tão simples para evitar… a vacina contra isso é tão pratica… é apenas ouvir, se colocar no lugar da pessoa e se discordar não julgar e não tirar o direito de ser o que ela é e nunca diminuí-la por pensar diferente de você! De uma coisa eu sei, em grau de inteligência eu não teria a ousadia de falar que X é mais do que Y, seria o mesmo que falar que C.S Lewis e sua esplêndida e inexplicável aos olhos da psicanálise imaginação ao expor o Cristianismo através de crônicas, desenhos infantis, explicar o sofrimento pela filosofia sendo cristão é maior ou menor que a impossibilidade de pensamento que Freud poderia ter na época em que vivia aonde se tinha tudo, menos fonte para estudar a sexualidade humana e os fenômenos da psiqué, tanto o Cristianismo de C.S Lewis e o ceticismo de Freud são para mim hoje a essência do que sou, talvez sem a filosofia de Lewis eu fosse seco como Freud e talvez sem a influência e estudos embasados na crença do NADA, apenas do que temos na vontade de Freud eu seria um Religioso fanático tipo um Televangelista, coisa que eu repudio… Agora, minhas idéias e pensamentos nesse Blog são expostos de maneiras claras, sem julgar ou fazer acepção de pessoas, sem preconceito! Não concordo com as idéias mirabolantes de Jung, para mim ele queria fundamentar uma psicoterapia religiosa, uma terapia para puxar adeptos a seu esoterismo, discordo da fissura de Melaine Klein em suas teorias da infância e do objeto, mais me parece um boneco doente pré-programado… Acho um absurdo o Calvinismo presbiteriano, não consigo imaginar uma vontade permissiva de Deus em um massacre de crianças em realengo, não acredito que somos marionetes na mão de Deus… Como também acho um absurdo o Arminianismo assembleiano que anula o poder da Cruz, parece que temos que ficar lutando pela salvação, quando Jesus já a conquistou por nós, querem ser o oposto do calvinismo e acabam sendo iguais ou piores, se tornam marionetes do que eles entendem por salvação, largam emprego, doam todo dinheiro para a igreja, vão contra o direito e dignidade do próximo em nome de Cristo… Mas sabe, eu discordo de tudo isso, porém eu já fiz curso de Psicoterapia Holística ( puramente junguiana ) com carga horária de 500hrs, fiz Psicanálise Kleiniana 356hrs, fui Presbiteriano, fui Assembleiano, fui Calvinista, fui Arminiano. Hoje não sou um fissurado religioso como Jung, mas não sou um doido que atribui tudo a criança como Melaine Klein, To Freudiano… Não sou Presbiteriano, nem Assembleiano, estou sem igreja, mas sou cristão… Não sou Calvinista, nem arminiano, sou Semipelagiano ( Deus trabalha mediante a nossa permissão, não depende só de nós ou só dele, nenhum dos extremos, de fato a maior parte vem dEle ). Hoje consigo separar as coisas como vocês podem ver, aqui eu to misturando obviamente, porém ora, eu falo de transexualidade, parafilias, coisas que pra Igreja já é motivo de crucificação, mas eu não ligo… “Me libertei do mal espiritual”, o mal espiritual do ódio, do rancor, do preconceito as ciências, as religiões alheias! Sabia que eu já fui a um terreiro? Já fui a um centro espírita! Já fui a uma casa esotérica super maneira que fazia vários barulhos legais! Nada disso me adoeceu, só me fez ver que não o que vem de fora que contamina, é o que eu deixo brotar dentro de mim  mediante ao que vejo com meus olhos, por isso é importante saber filtrar e não ficar na Igreja, no Centro, Barraco, Casa, Escola, Faculdade e ficar “Amém, amém”, “Ta certo! Entendi!”, mesmo quando você nem verificou ou pesquisou, a pessoa pode estar te passando uma informação totalmente errada e você esta ali “ok, é isso ai mesmo” pra sua mente e jogando pro seu inconsciente e quando precisar argumentar é aquilo que vai aparecer e aparecer como vemos ai, 1 milhão de assinaturas contra a PLC 122… Manifesto CONTRA os direitos… REPRESSÃO contra a LIBERDADE! Que zona! Mas a culpa não é só do professor ou do líder religioso, a culpa também e sua que não pesquisa e não confere pra ver se esta certo… Para elucidar, um fato real… Eu sou um homossexual Teólogo, Psicoterapeuta que se especializou em sexualidade humana, filosofia e sociologia… Ok, minha família é toda evangélica, uns batistas, outros presbiterianos, outros assembleianos, em plena discussão na cozinha, uma barulheira e eu só ouvido: “O pastor disse que todos os judeus vão pro céu! Porque a promessa continua de pé e isso e aquilo e aquilo outro…” e o outro “Mentira, judeus vão pro inferno pois negaram a Cristo, não possuem mais a promessa, meus pastor fulano disse”… Detectei a doença espiritual “ovelinha suicida”  que é a doença espiritual aonde o fiel faz tudo o que o pastor manda sem verificar na Bíblia se confere… E eu aqui sabendo as respostas Bíblicas para tal, mas minha formação não presta pelo fato de ser homossexual… Mas ok.. os vizinhos iam reclamar… Eu fui la com calma, pedi licença, abri a Bíblia e li: “Porque ai de vós fariseus, não vão entrar no reino dos céus e fecham a porta para os que querem entrar” Jesus se referindo aos fariseus, judeus que os perseguiam na época… Logo o estressado que falava que todos os judeus se salvariam calou a boca, visto que Jesus já antecipou que esses não iriam… Os outros ” Eu disse! Esse é o meu sobrinho!”.. Eu pedi que acompanhassem-me na leitura e fomos lá “Porque os galhos quebrados ( judeus ), …  enxertados … ” Deus é justo, sua justiça vai além do nosso entendimento, assim como sua misericórdia e a discussão acabou e cada um pro seu canto e eu dormi… E eu continuei “burro” por ser homossexual, mas o fato é que não se deve esperar reconhecimento de ninguém, você deve saber o seu valor, se você não souber, não acreditará quando alguém o apontar… Essa é a realidade!

Espiritualidade tem a ver com a religião porque ela é a principal “explicadora” da transcendência. Porém espiritualidade é a busca do sentido da vida e da transecendência independente de religião!

Ateus e Agnósticos:  “observando que as pessoas com pontos de vista agnósticos ou ateístas também podem ter uma vida espiritual rica. Tais crenças estão amplamente documentadas pelos antropólogos sociais e já podem ser avaliadas de maneira geral. Os dados qualitativos de 18 países demonstram que os agnósticos e os ateus experimentam e conseguem relatar a espiritualidade relacionada à sua qualidade de vida, o que os ajuda a enfrentar a adversidade (O’Connell e Skevington et al., 2004).”

Religiosos: “dados apoiam ao que se referia Larson (1996), ao fato de que a concepção de saúde como biopsicossocial deve ser ampliada incluindo a dimensão espiritual. Hamilton e Jackson (1998) também enfatizam que o conceito de espiritualidade é um componente vital para o modelo holístico de saúde que, suscintamente, considera a inter-relação do bem-estar físico, emocional, mental, social, vocacional e espiritual. E Westgate (1996) considera o desenvolvimento da espiritualidade importante para a saúde mental, pois sem ela podem surgir sentimentos de desesperança, sensação de falta de sentido de vida e depressão. Dessa forma, se justificam como altamente relevantes os dados encontrados por este estudo.

A partir dos preditores do bem-estar espiritual, social, orgânico e psicológico, podemos depreender quem são as pessoas que têm maior bem-estar: 1- aqueles que avaliam ou percebem sua saúde de forma positiva: sendo esse o principal preditor, observa-se a conexão entre espiritualidade e saúde; 2- que têm uma religião (ao contrário daqueles que se dizem sem religião);”

Vejo uma intensa guerra entre os que acreditam e que não acreditam, ambos atiram para o espelho, ninguém é melhor que ninguém, todos desfrutam de vantagens e desvantagens, saber moderar o que acredita é bom, respeitar a opnião do próximo, a natureza do próximo, saber ouvir sem julgar! Sabe, a minha concepção na luta pelos direitos de LGBTs vai além propriamente dos direitos dele, mais vai para ferir alguém, alguém chamado preconceito, espero ferir ele de maneira eficaz… matá-lo é impossível, cada um cria o seu, o meu eu matei, se cada um matasse o seu…



		

1 Response to "Espiritualidade: A importância dela para a sociedade."

eu tenho estado bem afastado da religião e da fé, ultimamente, kda vez mais, dado minhas experiências eu me afasto disso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Autor

Ativista dos Direitos Humanos (Principalmente LGBTs ); Teólogo;Homeopata; Psicanalista, especialista em Sexualidade Humana, Filosofia, Sociologia;Blogueiro.

Este Blog é protegido por direitos autorais

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 69 outros seguidores

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

Psicoterapia Online

homofobia-basta@live.com

Me adicione no FacebooK

Curta a comunidade do Blog no Facebook, Clique na Imagem!

Me adicione no Orkut

Me siga no Twitter

Homofobia Basta!

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Quer ajudar o Blog? Faça sua Doação!

Portal Colaborativo Teia Livre

Igreja Progressista de Cristo

Parceiros de causa

Se você realmente ama seus amigos, defenda-os da Homofobia!

Contradições no discurso do Senador Magno Malta

Vítimas da Homofobia

Mais fotos

Estatísticas do Blog

  • 439,530 Pessoas viram esse Blog
%d blogueiros gostam disto: